Edição Online

Quarta, 20 de Outubro de 2021

Drogaria Souza
(123)

TECNOLOGIA|RESOLUÇÃO NORMATIVA CRIA PELA ANATEL IRÁ AMPLIAR O SISTEMA DE RADIOFUSÃO

Anatel normatiza uso de espectro de radiodifusão
para as telecomunicações

A nova resolução normativa permite designar frequências entre um serviço e outro. Com isso, avalia a Anatel, aumenta-se a eficiência de uso do espectro, que é um recurso limitado, com vantagens características das faixas de frequência de TV, com longo alcance e tolerância a obstáculos 


A nova resolução aprovada, irá permitir designar para os serviços de telecomunicações, de forma dinâmica, radiofrequências destinadas à radiodifusão de sons e
imagens (televisão) que não estejam autorizadas pela empresa.|Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Agência Brasil - Brasília

O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou, na quinta-feira, 30, uma resolução que atribui e destina as faixas de radiofrequências de TV e estabelece o regulamento sobre as condições de uso dessas faixas por dispositivos de espectro ocioso, mais conhecido como Regulamento de TV White Spaces.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1423138&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1423138&o=node

Segundo o órgão, o normativo aprovado regulamenta a aplicação dessa tecnologia, que permite designar para os serviços de telecomunicações, de forma dinâmica, radiofrequências destinadas à radiodifusão de sons e imagens (televisão) que não estejam autorizadas. Com isso, avalia a Anatel, aumenta-se a eficiência de uso do espectro, que é um recurso limitado, com vantagens características das faixas de frequência de TV, com longo alcance e tolerância a obstáculos.

Segundo o conselheiro Vicente Aquino, a ocupação das radiofrequências de TV por serviços de telecomunicações é uma tendência mundial, embora o serviço de TV necessite de ampla proteção contra interferências de telecomunicações operando nessa faixa.

Nesse sentido, Aquino propôs acréscimos na proposta do conselheiro relator, Emmanoel Campelo, para ampliar as salvaguardas: além de limitações de potência, o novo regulamento prevê a utilização do sensoriamento de espectro e da separação de frequências entre os sinais.

 

Agência Brasil

Auto Fácil Veículos